A popularidade do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), caiu e voltou ao mesmo nível do início da campanha eleitoral em menos de cinco meses após o pleito. Segundo o instituto Datafolha, de novembro até março, a aprovação dos paulistanos ao governo Kassab caiu 11 pontos percentuais e voltou aos 45% do início de setembro.

No auge da campanha, na semana em que venceu o primeiro turno, o prefeito obteve aprovação de 61%. Nesta comparação, a queda foi de 16 pontos.

Entretanto, a avaliação do prefeito ainda é superior à de março de 2008, quando Kassab tinha 38% de aprovação. Já a reprovação passou de 17% em novembro para os atuais 23% (o mesmo índice de setembro).

A aprovação caiu em todos os estratos sociais, mas a queda é maior entre homens (13 pontos, de 55% em novembro para 42% agora), pessoas de 16 a 24 anos (18 pontos, de 60% para 42%), com ensino médio (14 pontos, de 58% para 44%) e renda de dois a cinco salários (13 pontos, de 57% para 44%).

A pesquisa foi realizada entre os dias 16 e 19 de março com 1.091 moradores da capital com mais de 16 anos. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Sem mais artigos