As autoridades em Viena, na Áustria, estão preocupadas com o desaparecimento de milhares de litros de água das piscinas públicas da cidade. Uma das justificativas para o “sumiço” é que os frequentadores dos 18 balneários públicos estariam bebendo água das piscinas.

Segundo as autoridades, o custo de substituição da água é elevado, uma vez que ela precisa ser tratada quimicamente para ser utilizada nos banhos públicos. Cerca de 5 mil litros de água têm desaparecido diariamente.

E com a onda de calor que atinge o país, o problema ficou ainda mais intenso nessa época do ano por causa do elevado número de frequentadores que procuram as piscinas para se refrescar.

Além de pedir para que os nadadores não bebam água das piscinas, os gestores dos balneários proibiram recentemente a utilização de bermudas e shorts. A ideia é reduzir a quantidade de água que é retirada dos tanques uma vez que esses trajes absorvem mais água que as sungas, por exemplo.

Portanto, se você é um assíduo frequentador dos balneários de Viena, não use bermuda e não beba água do tanque. Por enquanto, o xixi na piscina tá liberado…

Sem mais artigos