Uma das maiores polêmicas do Big Brother Brasil 9 – fora o cowboy André – está de volta. De acordo com o jornal O Dia, o quarto branco deverá ser usado nas próximas semanas em uma prova do líder, em uma versão mais light.


 


Forrado com paredes acolchoadas brancas e com luzes acesas o tempo todo, o cômodo chegou a ser analisado pelo Ministério Público como possível instrumento de tortura aos integrantes do programa, mas o processo foi arquivado no último dia 6.


 


Na primeira vez em que apareceu no reality show, o quarto branco teve como moradores os participantes Newton, Ralf e Leonardo, que tinham duas opções para sair de lá: se um participante indicado por eles – no caso, Alexandre – não fosse eliminado no próximo paredão, um deles teria de sair do programa. Antes disso acontecer, porém, Leo não resistiu à pressão e pediu para ser eliminado.

Sem mais artigos