Segundo estimativas divulgadas nesta quinta-feira (17) pelo Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, a energia elétrica deverá sofrer reajuste de 3,3% e a tarifa de telefonia fixa deverá aumentar 1,6% em 2009. A previsão foi divulgada na ata da reunião realizada pelo comitê na última semana, que manteve em 8,75% a taxa básica de juros (Selic).

Em 2009, a previsão de aumento médio da eletricidade passou de 4,8% para 5,2% e para a telefonia de 0,3% para 0,9%.

Já para o botijão de gás e para a gasolina, a previsão é que não haja variação de preços em 2010. Para este ano, o Copom reviu suas projeções, que passaram de 0% para 1,9% para a gasolina e de 11,2% para 13,4% para o gás.

De acordo com o Banco Central, o reajuste de preços pode ser explicado pela recuperação da demanda interna que pressiona os preços e pode gerar inflação.

Entre os fatores para a recuperação listados pelo Copom está o crescimento da renda e aumento do crédito e a aplicação de estímulos como a desoneração de impostos sobre veículos e eletrodomésticos.

BC prevê alta de 3,3% para energia e de 1,6% para telefonia em 2010

Sem mais artigos