Um bêbado de Meridian, Idaho, foi processado por dar murros em uma máquina de jogos eletrônicos. Os danos de US$ 3 mil foram curiosamente infligidos ao fliperama de dar socos.

Na madrugada de sexta-feira, um bebasso ficou tão chateado com o arcade que começou a socar seu painel eletrônico. Provavelmente inspirado pelo objetivo do jogo – bater o mais forte possível em um saco de pancadas – Dustin Gooden, 30, passou da conta e destruiu o brinquedão.

Agora, com a mão toda cortada, Dustin vai ter que arcar com o prejuízo do bar, avaliado em R$ 5,3 mil.

Sem mais artigos