O primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, voltou a falar sobre a cor da pele do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, dizendo ser mais “pálido” do que o americano porque não toma sol.

Durante a inauguração de uma instalação para a gestão de resíduos próxima à cidade de Nápoles, no sul do país, o político italiano comentar sobre a cor da pele de Obama pela terceira vez. Em outras ocasiões, Berlusconi disse que o presidente dos EUA é “bronzeado” e que todos gostariam de ser “tão morenos” como Obama ou como a modelo inglesa Naomi Campbell.

Além disso, ao falar sobre a demora na tramitação de projetos de lei no Parlamento italiano, o primeiro-ministro afirmou que os deputados do país vão ao Congresso “para fazer número”.

O presidente da Câmara dos Deputados italiana, Gianfranco Fini, do mesmo partido de Berlusconi, o Povo da Liberdade (PDL), pediu ao primeiro-ministro para que respeite os procedimentos parlamentares e não “ridicularize as regras do Parlamento”.

Sem mais artigos