No primeiro boletim divulgado pelo Hospital Santa Lúcia sobre o estado de saúde do deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP), de 71 anos, os médicos informam que o parlamentar se encontra em coma, no nível 5, em uma escala que vai de 3 a 15, em que os números menores correspondem a um quadro de maior gravidade. A equipe informou também que, caso ele sobreviva, terá sequelas graves.

De acordo com o médico intensivista Alan Ricardo Ferreira, o parlamentar sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, com sangramento profundo e intenso na cabeça. Nesses casos, segundo Ferreira, não é indicada cirurgia para abrir a caixa craniana a fim de reduzir a pressão no cérebro. Ele explicou que, por isso, a equipe que atende o deputado optou por colocar um cateter para drenar o sangue na região.

Segundo o médico, o procedimento foi bem sucedido e agora é preciso esperar a reação de Clodovil. “Os procedimentos foram feitos da forma mais precoce possível, temos que esperar os efeitos”, afirmou Ferreira.

Ele disse ainda que no momento não há como avaliar possíveis sequelas.

Acidente

Clodovil Hernandes teve o acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico na madrugada desta segunda-feira (16/03) em sua casa, em Brasília. O parlamentar foi levado para o Hospital Santa Lúcia, onde está internado em estado grave.

Segundo a assessoria do deputado, o AVC foi muito forte, extenso e pode ter ocasionado um comprometimento grande no cérebro. A assessoria informou que Clodovil foi encontrado por volta das 7h caído de bruços ao lado da cama.

Sem mais artigos