A profunda crise que atingiu com mais força o setor de produção de carros em todo o mundo mudou consideravelmente o ranking mundial de vendas e consumo de automóveis. O Brasil é um caso de país que teve uma melhora de posições, saltando do sétimo para o sexto posto na produção mundial, condição conquistada já na metade de 2008 e que se manteve neste início de ano.

No entanto, quando se leva em consideração as vendas para o mercado interno, a condição brasileira teve uma melhora maior. Foram vendidos no país 2,82 milhões de veículos, o que fez o Brasil sair da oitava para a quinta colocação, e o que nos deixa na frente de Reino Unido, Itália e França.

Em 2008, a produção nacional de automóveis ficou em 3,22 milhões, somente atrás do Japão (11,5 milhões), China (9,3 milhões), EUA (8,7 milhões), Alemanha (6 milhões) e Coréia do Sul (3,8 milhões). Considerando os dados dos quatro primeiros meses do ano, o Brasil produziu 916,2 mil veículos em 2009, queda de 16,4% em relação a 2008. No entanto, os outros países passam por problemas semelhantes.

Quando falamos de vendas internas, 2009 tem uma leve queda de 0,7% na comparação com os quatro primeiros em meses do ano passado, já que foram vendidos 902,6 unidades, mesmo com a crise. O forte consumo do mercado interno se deve à política de redução de impostos do governo federal. Entretanto, as exportações caíram pela metade.

Baixa Hits. A mais completa loja de Música digital da Internet está a um clique daqui!

Brasil é sexto maior fabricante de carros do mundo

Sem mais artigos