O número de mortes em consequência da gripe suína no Brasil subiu para 45. Três novas vítimas foram confirmadas em Curitiba e outras quatro em São Paulo na segunda-feira (27).

O secretário de Saúde do Estado do Paraná, Gilberto Martin, confirmou a morte de três homens de entre 20 e 34 anos que tinham sido contagiados pelo vírus da gripe e que “não apresentavam doenças anteriormente”. As mortes em Curitiba ocorreram entre os dias 19 e 22 de julho.

Além disso, autoridades municipais de São Carlos, Mogi Guaçu e Osasco, no interior do estado de São Paulo, confirmaram outras quatro mortes ligadas ao vírus Influenza A (H1N1).

São Paulo, com 20 mortes, é o estado brasileiro que registrou mais mortes, acima do Rio Grande do Sul, com 16, e das quatro do Rio de Janeiro e do Paraná.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que já foram registradas 816 mortes entre os mais de 134,5 mil casos de infectados pelo vírus da gripe suína no mundo.

Sem mais artigos