Rotulado como o país do futebol, o Brasil mostra a cada dia que está muito longe de receber tal intitulação, pelo menos no que se diz respeito à organização deste esporte no país. Após as lamentáveis cenas do conflito entre a torcida do Santos e a Polícia Militar de São Paulo no clássico do último domingo, diante do Corinthians, no Pacaembu, agora foi à vez da falta de estrutura se tornar evidente no futebol, só que em Sergipe.


 


Na partida disputada entre Guarany e América, no estádio Caio Feitosa, localizado na cidade de Porto da Folha, o time mandante, que corre sério risco de rebaixamento, precisava vencer a partida que até os 43 minutos do segundo tempo estava empatada em 1 a 1.


 


Porém, a confusão generalizada começou quando o árbitro Ricardo Rogério Silva marcou um pênalti contra os donos da casa nos instantes finais da partida. Revoltados, os torcedores que estava no local invadiram o gramado, roubaram a bola e o jogo foi suspenso pela Federação Sergipana de Futebol.


 


De acordo com a assessoria de imprensa da entidade sergipana, uma definição sobre o jogo entre Guarany e América será tomada ainda esta semana.

Sem mais artigos