Na quinta (25), diversos sites anunciaram que Carey Mulligan, indicada ao Oscar deste ano por Educação, seria Eliza Doolittle, a protagonista de uma nova adaptação de My Fair Lady. Mas, aparentemente, alguém esqueceu de avisar a própria moça.

O site Collider conversou com a atriz, que disse não saber de nada. “Bem, isso é altamente lisonjeador e seria ótimo. Eu realmente não sei, a essa altura, o que acontece com ele (o filme). É adorável Emma ter dito isso. É realmente legal. Mas, honestamente, eu não sei”, disse.

A Emma a quem ela se refere é a atriz Emma Thompson, responsável pelo roteiro de My Fair Lady. Todos os comentários sobre Mulligan começaram durante a estreia de Nanny McPhee and the Big Bang, quando Thompson afirmou: “acho que Carey está confirmada para o papel”.

Também indefinido está o futuro de outra possível parceria entre as duas, um filme chamado Effie. Sobre ele, Carey Mulligan explicou que o problema é conseguir um financiamento.

“Na verdade eu não sei como anda isso. Eu li o roteiro há dois anos. Esse é outro filme independente britânico. Isso é difícil de fazer. Eu não sei se esse filme vai sair, mas sim, eu estava ligada a ele”.

Em breve Carey Mulligan poderá ser vista nos cinemas em dois filmes: Wall Street 2, de Oliver Stone, que estreia nos Estados Unidos em setembro e ainda não tem data para o Brasil, e Never Let Me Go, de Mark Romanek, atualmente em fase de pós-produção.

Sem mais artigos