Dados divulgados na manhã desta segunda-feira (11) pelo Dieese revelaram a redução no preço da cesta básica, em 2009, em 16 das 17 capitais onde é realizada a Pesquisa Nacional da Cesta Básica. Apenas Belém registrou crescimento no custo dos alimentos considerados essenciais, com o aumento de 2,65%.

Entre as 16 cidades com recuo nos preços, o menor foi de 3,17%, em Vitória, e os maiores foram encontrados em João Pessoa (-14,92%), Natal (-12,57%) e Aracaju (-12,47%). Com boas safras, o feijão e o arroz tiveram queda no valor, o que ajudou na retração geral. O pão também ficou mais barato, em 10 cidades, e a carne apenas encareceu (4,75%) em João Pessoa.

O preço mais caro para a cesta básica segue em Porto Alegre. Na capital gaúcha, houve queda de 6,69% no custo dos produtos em dezembro e um recuo total de 6,78% no ano, mas o valor médio segue na casa de R$ 237,58. Na sequência, aparecem São Paulo (R$ 228,19) e Brasília (R$ 222,22). Os menores valores estão em Aracaju (R$ 169,18), João Pessoa (R$ 170,63) e Recife (R$ 171,31).

Cesta básica fica mais barata em 16 capitas

Sem mais artigos
Sair da versão mobile