O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, determinou no último domingo (15/03) que o Exército assuma o controle dos portos do país que se encontram nas mãos de líderes da oposição. Em seu programa semanal de rádio e TV, o líder venezuelano afirmou ter dado ordens para navios da Marinha tomarem o controle de Maracaibo e Porto Cabello, dois dos três mais movimentados do país, ainda esta semana. Os três principais portos venezuelanos ficam em Estados controlados por governadores oposicionistas.

Segundo Chávez, a ordem se dá em cumprimento à Lei de Descentralização aprovada na quinta-feira (12/03) pela Assembleia Nacional. Com isso, o presidente tem poder de retirar dos governos locais o controle de portos, aeroportos e estradas. A oposição acusa Chávez de tentar asfixiar economicamente governadores e prefeitos contrários a ele.

Segundo o presidente, os portos estão dominados por “máfias regionais” e narcotraficantes. “É um tema de segurança nacional”, justificou . “Vamos recuperar os portos e aeroportos de toda a República, essa é a lei.”

Chávez também ameaçou prender quem tentar impedir a troca de comando. “O governador de Zulia (Pablo Pérez) disse que defenderá o porto de Maracaibo. Bom, acabará preso”, disse.

Sem mais artigos