Assim que começa o inverno é comum as pessoas apresentarem tosse, dor de garganta, coceiras e sintomas de gripe e resfriado. Para esclarecer as dúvidas sobre as doenças típicas dessa estação, o Girls & Boys conversou com a alergista do Hospital Professor Edmundo Vasconcelos, Maria Terezinha Soares Rocha Malheiros. Veja a entrevista:

Quais doenças são mais comuns no inverno?
Sinusite, conjuntivite, asma e rinite principalmente. Aqui no Brasil essas doenças aparecem no inverno, enquanto na Europa é mais comum na primavera.

O inverno também traz problemas de pele? Como tratá-los?
Sim, a pele fica mais ressecada e uma das causas são os banhos muito quentes. Crianças, idosos ou quem já tem algum eczema tem maior tendência a ficar com a pele ressecada, por isso é bom demorar menos no banho e passar creme hidratante no corpo todo.

Qual a diferença entre gripe, resfriado e alergia?
A diferença é que alergia deixa a pessoa com nariz escorrendo, coceiras, mas ela não tem febre, portanto, não fica debilitada fisicamente. Ao contrário do resfriado e da gripe, uma vez que ambos deixam a pessoa com febre alta e mal estar.

Crises alérgicas e rinite são mais comuns no frio? Por quê?
Sim. Isso acontece porque as pessoas ficam em ambientes fechados e usam muito roupas de lã que ficam guardadas no armário durante o ano todo, o que favorece o contato com os ácaros.

Quais os cuidados básicos que uma pessoa deve ter no inverno para evitar doenças?
– Deixar a casa o mais arejada possível, principalmente quando estiver sol;
– Tirar as roupas do armário e lavá-las antes do inverno;
– Evitar cobertores de lã, optando pelo uso de edredom;
– Usar desumidificador de ar em casa.

Sem mais artigos