O espetáculo Cirque du Soleil lançará em novembro o disco Viva Elvis, uma homenagem ao rei do rock, Elvis Presley, que hoje teria 75 anos se uma overdose não tivesse tirado sua vida em 16 de agosto de 1977.

O álbum reinterpreta as canções de Elvis “com um novo som que reflete a capacidade do artista para dominar diferentes gêneros musicais, do blues ao rockabilly, do soul ao gospel, incorporando elementos de rock de garagem, punk, música urbana e hip-hop”, explica a fonográfica Sony em nota divulgada hoje.

Burning Love, Suspicious Minds, Blue Suede Shoes e It’s Now or Never são algumas das faixas do disco que inclui canções de sua primeira época, de seus filmes, “de seu retorno triunfal aos palcos no programa de televisão 68 Special e de suas aparições em Las Vegas”, detalha o comunicado.

Por trás de Viva Elvis estão “mais de 3 mil horas revisando discos, filmes, gravações de concertos, entrevistas e gravações caseiras de Elvis”, um trabalho que recaiu sobre os produtores Erich van Tourneau e Hugo Bombardier.

O álbum não será editado até novembro, mas os fãs de Elvis terão a oportunidade de ouvir uma prévia no dia 14 de agosto no evento Conversations on Elvis, que será realizado durante a Semana de Elvis em Memphis, no estado americano do Tennessee.

A publicação do disco coincide com o espetáculo homônimo que o Cirque du Soleil promove neste ano em Las Vegas, um tributo de baile, acrobacia e música que narra a trajetória do roqueiro.

Sem mais artigos