O ator Colin Farrell resolveu engrossar o coro dos artistas contra a discriminação de gays e lésbicas e está participando de uma campanha anti-homofobia na Irlanda.

Colin, que tem um irmão gay, falou sobre a importância de respeitar e aceitar as diferenças, principalmente nas escolas, onde adolescentes gays sofrem constantes abusos. “Eu não me lembro muito dos anos em que meu irmão Eamon sofreu abusos físicos e psicológicos. Eu era muito pequeno. O que eu me lembro, no entanto, é do sangue em seu uniforme da escola quando ele voltava pra casa de tarde”, revelou o ator.

“As pessoas frequentemente tem medo das diferenças. Eles acham que qualquer coisa que cause medo deve ser afastado. Meu irmão pode representar o medo para muitas pessoas, mas é um motivo de felicidade na minha vida. Desde muito jovem ele me fez rir com sua inteligência e astúcia, me inspirou com sua força e bondade”, Colin comentou.

Em 2008, seu irmão resolveu se casar com seu parceiro e Colin Farrell foi seu padrinho.

Colin Farrell apoia campanha contra a homofobia e fala sobre irmão gay

Sem mais artigos