Dado Dolabella continua preso. Após ter o pedido de habeas corpus negado durante a madrugada de terça-feira (17) pelo Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o ator está agora na carceiragem da Polinter, na capital carioca, para onde foi transferido.


 


Dolabella foi preso por volta das 19h30 de ontem por desrespeitar a ordem judicial impetrada por sua ex-namorada, Luana Piovani, baseada na Lei Maria da Penha, que o impede de se aproximar dela por 250 metros de distância. Ele teria chegado próximo à atriz  em duas oportunidades: no Carnaval carioca, quando os dois estavam no camarote de uma cervejaria, e em uma festa, no dia 8 de março.


 


A decisão faz parte do processo que ela move contra o ator por agressão no dia 22 de outubro do ano passado, quando eles ainda namoravam.


 


Como a Lei Maria da Penha não prevê fianças para o caso de Dado, o ator deverá permanecer preso até obter, se conseguir, um novo habeas corpus.

Sem mais artigos