Pelo menos sete deputados federais usaram recursos destinados ao suporte de suas atividades parlamentares para custear gastos da campanha de 2008. Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo desta terça-feira (24), a verba foi utilizada no aluguel de carros, aeronaves e hospedagem de assessores em hotéis.

Um deles é o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), que utilizou parte da verba indenizatória na disputa à Prefeitura do Rio em 2008. O parlamentar usou R$ 6,6 mil para alugar o veículo que o transportou durante a campanha. Procurado pelo jornal, Gabeira argumentou que cedeu um veículo particular para seu gabinete enquanto alugou o carro com os recursos indenizatórios.

Já Jader Barbalho (PMDB-PA) apresentou notas fiscais de R$ 22,8 mil da Locatur Máquinas. O parlamentar teria alugado ônibus e caminhonetes para várias cidades do Estado. Entre outras eleições, Jader participou da que resultou na vitória de seu filho, Helder Barbalho, em Ananindeua.

Para coordenar as campanhas de seu partido em Minas, o deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG) transferiu o gabinete de Brasília para Governador Valadares, sua base eleitoral. A hospedagem de sua equipe, que custou quase R$ 8,9 mil, foi paga pela Câmara.

Por fim, o deputado Giovanni Queiroz (PDT-PA) gastou aproximadamente R$ 28 mil em cinco empresas de táxi aéreo durante o mês das eleições. O mesmo aconteceu com Fábio Ramalho (PV-MG), que também recebeu reembolso de aluguel de helicópteros para percorrer municípios de sua região nas semanas anteriores às eleições.

Sem mais artigos