Ciente do forte assédio que o atacante Diego Tardelli sofrerá ao final do Campeonato Brasileiro, o presidente do Atlético-MG, Alexandre Kallil, não garante que o artilheiro permanecerá no Galo em 2010. De acordo com a entrevista consedida ao programa “Arena SporTV”, o mandatário atleticano disse que o clube conseguirá segura-lo em caso de uma proposta muito boa para ambas as partes.

“O Tardelli ficou em 2009, mas se vier uma boa proposta não tem como o Atlético-MG segurar. Estamos trabalhando e ainda não pensamos em Libertadores, mas perto de conseguir um grande patrocinador para 2010”, afirmou.

Além do assunto Tardelli, Kalil deixou claro que o Atlético-MG ainda segue na briga pelo Campeonato Brasileiro, colocando sua equipe entre as favoritas.

“Eu sempre achei que o Atlético-MG podia chegar. Todo clube que está entre os quatro é candidato ao título”, concluiu.

Sem mais artigos