O ex-jogador argentino Diego Maradona, atual técnico da seleção de seu país, deve 37 milhões de euros ao fisco italiano, sendo 23,5 referentes a juros pela falta de pagamento.

Segundo o presidente da associação de contribuintes italianos, Vittorio Carlos Magno, o valor total aumentou em um milhão de euros desde outubro porque ele não quitou a dívida.

Até agora, o Ministério da Fazenda conseguiu apenas 0,10% da dívida, ou 42.051,05 euros, e dois relógios, cada um estimado em aproximadamente 10 mil.

Os itens foram apreendidos em junho de 2006 pela Polícia italiana, em uma das viagens do ex-jogador a Nápoles para disputar uma partida beneficente. Maradona fez fama pelo Napoli, equipe da cidade.

Sem mais artigos