Uma mulher escocesa foi presa e condenada a três anos de cadeia por drogar uma criança com metadona.

Susan Taylor, 29, admitiu em setembro do ano passado que esfregou a chupeta do bebê no dosador de metadona para que ele parasse de chorar. A metadona é uma droga utilizada no tratamento de viciados em heroína.

O caso só foi julgado agora porque, Lynn Cowan, 28, namorada de Taylor, também estava sendo julgada. Cowan admitiu ter omitido dos médicos que a criança havia ingerido a substância.

As duas viciadas em heroína cuidavam da criança em Edimburgo quando deram a chupeta adulterada. O bebê ficou com os lábios roxos e o rosto cinzento, alarmando as doidonas. Elas chamaram a ambulância e o bebê teve duas convulsões a caminho do hospital.

Quando chegou ao hospital e os médicos encontraram a grande quantidade de metadona na urina do bebê, chamaram a polícia. Meia colher de chá da droga pode ser letal, segundo informou o especialista em tóxicos Robin Braithwaite à BBC.

Cena do filme Trainspotting (1996) que mostra a morte do bebê de uma viciada em heroína (Foto: Reprodução/Youtube)

Cena do filme Trainspotting (1996) que mostra a morte do bebê de uma viciada em heroína (Foto: Reprodução/Youtube)

Quem já assistiu o filme Trainspotting sabe que a combinação heroína e crianças não dá muito certo. Aliás, a combinação heroína com qualquer outra coisa não dá certo.

Doidona esfrega droga na chupeta e quase mata bebê

Sem mais artigos