A emissão de gás carbônico no ano passado, último do mandato de Bush filho, atingiu o menor nível desde 2001 nos Estados Unidos. Porém, de acordo o departamento de energia do país, a razão para a queda não foi uma mudança de comportamento, mas a recessão provocada pela crise financeira e a alta do preço dos combustíveis.

Infelizmente, a queda na emissão de gás carbônico, principal responsável pelo efeito estufa e consequente aquecimento global, pouco teve a ver com a maior utilização de combustíveis renováveis, as chamadas energias verdes. Apesar de uma queda de quase 3%, só os Estados Unidos despejaram aproximadamente 5,8 bilhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera em 2008, contra quase 6 bilhões no ano anterior. A estimativa é que, com a recuperação da economia em 2009, os níveis de emissão voltem a aumentar.

Sem mais artigos