Um ex-preparador físico do Blooming, da Bolívia, afirmou que os jogadores da equipe utilizaram Viagra para melhorar seu desempenho nas partidas disputadas na altitude, há algumas temporadas.

Segundo o chileno Rodrigo Figueroa, o clube de Santa Cruz de la Sierra misturava o remédio em suplementos alimentares sem informar aos atletas.

De acordo com o ex-preparador físico da equipe, pelo menos nove jogadores tomaram Viagra entre os anos de 2007 e 2008. “Os jogadores não sabiam o que realmente estavam tomando com o suco que bebiam”, disse ao diário “La Prensa”.

A pílula que combate a impotência sexual fez com que os jogadores do Blooming “não sentissem os efeitos da altitude”, segundo garantiu o preparador físico. Porém, Figueroa admitiu que a medida não foi regida por uma pesquisa científica, pois “faltavam vários parâmetros”.

O uso do remédio, no entanto, não parece ter ajudado a equipe a conseguir bons resultados. Em 17 partidas na altitude, o time conseguiu uma vitória, quatro empates e 12 derrotas, incluindo goleadas por 4 a 0 e 7 a 0 para o Real Potosí.

Sem mais artigos