Nem depois de morto Michael Jackson consegue ficar em paz. A ex-manager do cantor, Raymone Bain, está processando o rei do pop em 44 milhões de dólares.

Bain, que frequentemente defendeu o astro durante períodos difíceis, como na época em que Jackson foi acusado de pedofilia, afirmou que ainda não recebeu seus honorários pelos serviços que prestou durante a carreira do cantor. De acordo com o site TMZ, que foi o primeiro a noticiar a morte de Jackson, a cantora não recebeu nenhum pagamento em 2008, ano em que rompeu seu contrato com o rei do pop.

E não é só ela que reclama de seus negócios com Michael Jackson: o dermatologista Arnold Klein e o assessor Van F. Alexander também entraram na justiça alegando negligência nos pagamentos. As dívidas acumuladas pelo astro são estimadas em cerca de 25 milhões de dólares.

Ex-manager processa Michael Jackson em 44 milhões de dólares

Sem mais artigos