O nadador brasileiro Felipe França conquistou a prata na prova dos 50 metros peito no Mundial de Esportes Aquáticos, em Roma. Ele terminou a prova com um tempo de 26s76 e garantiu a segunda medalha para o Brasil na competição – a primeira tinha sido com Poliana Okimoto, na maratona aquática de 5 km.

Felipe teve como grande rival o sul-africano Cameron Van der Burgh, que venceu e bateu o recorde mundial da prova ao fazê-la em 26s67.

A melhor marca anterior estava em poder de Van der Burgh e tinha sido obtida ontem, com 26s74 na semifinal. Antes dele, o desempenho era de Felipe, que fez 26s89 no Troféu Maria Lenk deste ano, no Rio de Janeiro. A terceira colocação ficou com o americano Mark Gangloff, que cumpriu o percurso em 26s96.

Mais um recorde

A nadadora italiana Federica Pellegrini bateu hoje o recorde mundial dos 200 metros livre no Mundial de Esportes Aquáticos e venceu a prova com um tempo de 1min52s98.

A melhor marca anterior, em poder da própria Pellegrini, era de 1min53s67 e tinha sido feita ontem, na semifinal disputada na piscina do Foro Itálico de Roma. A prata e o bronze ficaram, respectivamente, com as americanas Allison Schmitt (1min54s86) e Dana Vollmer (1min55s64).

Sem mais artigos