Priscila Pires rebateu à altura as críticas que Fernanda Young fez a sua Playboy.


 


A autora de Os Normais havia feito uma dura declaração sobre a ex-BBB na revista Quem. “Não precisa ter aquela bunda toda e ser BBB. Ser BBB é o fim da picada. Posar nua já foi um ato político. Ainda pode ser, mas a gente não pode ceder à tentação de se parecer com uma garota de programa num pole dance. Aliás, se eu tivesse visto essa revista antes, não teria assinado o contrato”, disse Young.


 


Em entrevista à coluna “Retratos da Vida”, do Extra, na última quarta-feira (30), Priscila rebateu as críticas: “Se eu fosse escritora, apresentadora e sei lá mais o quê, eu jamais posaria nua para uma revista se não gostasse do nível das meninas da capa. Feio e desnecessário ela ter falado isso. Foi uma agressão a mim gratuita. Não tenho do que reclamar do meu ensaio. Só recebi elogios e é o mais vendido do ano”.

"Foi uma agressão gratuita", diz Priscila Pires sobre críticas de Fernanda Young a sua "Playboy"

Sem mais artigos