A Organização Mundial da
Saúde (OMS) informou nesta quarta-feira (3) que 117 pessoas morreram por causa da gripe suína. Até o momento, foram confirmados 17.410 casos em 62 países.

O México é o país com o maior número de mortes registradas, 97, além de 5.029 infectados. Nos Estados
Unidos há 8.975 casos confirmados e 15 óbitos. No Canadá,
1.336 pessoas contraíram a doença e duas morreram. A
Costa Rica registra 36 ocorrências e uma morte.

Nas últimas horas, o governo do Chile confirmou a primeira morte provocada pelo vírus influenza A (H1N1) no país. Trata-se de um paciente de 37 anos da região de Los Lagos e que
apresentou sintomas como febre alta, mal estar generalizado e problemas
respiratórios. Essa é também a primeira morte provocada pela doença na
América do Sul. O Chile registra 313 casos confirmados da doença.

Já no
Brasil, o Ministério da Saúde confirmou 23 casos, dos quais nove em São Paulo, sete no Rio de
Janeiro, quatro em Santa Catarina, um em Minas Gerais, um no Rio
Grande do Sul e um no Tocantins. Mais 25 casos são considerados
suspeitos e 24 estão sendo monitorados.
<!– .replace('

‘,”).replace(‘

‘,”) –>

Sem mais artigos