A federação escocesa de futebol anunciou hoje que os jogadores terão um código de conduta a cumprir quando estiverem na seleção, como resposta ao caso envolvendo o meia Barry Ferguson e o goleiro Allan McGregor.

Na manhã de quarta, os jogadores do Glasgow Rangers foram mandados ao banco de reservas da equipe que venceu a Islândia por 2 a 1 em casa, pelo grupo 9 das Eliminatórias Europeias à Copa de 2010.

“Podemos confirmar que houve um problema disciplinar. Estamos tomando providências sobre o assunto dentro do elenco”, disse ontem um porta-voz da federação.

Segundo alguns jornais locais, Ferguson – capitão da equipe – e McGregor foram flagrados bebendo após a derrota de 3 a 0 para a Holanda do último sábado, em Amsterdã.

Em nota divulgada hoje, o executivo-chefe da federação, Gordon Smith, falou sobre alguns projetos para evitar problemas como esse no futuro.

“Tive um encontro com o técnico George Burley e falamos sobre o ocorrido. Apoio totalmente sua decisão, que tomada com base nos melhores interesses da seleção e do país”, disse.

“O que está claro, no entanto, é que não se pode permitir que incidentes deste tipo voltem a ocorrer. Por isso, os jogadores passarão a cumprir um código de conduta”, disse.

Sem mais artigos