Até o final deste ano, três “drogas legais” serão proibidas na Inglaterra. O Ministério do Interior da Grã-Bretanha decidiu que as substâncias BZP (benzilpiperazina), uma substituta do ecstasy, a GBL (gama-butirolactona) e o Spice – drogas vendidas abertamente no país, até pela internet.

Para a <i>BBC</i>, o ministro do Interior Alan Johnson disse que a decisão de proibir as “drogas legais” foi tomada sob orientação de um órgão do governo que estuda o impacto do uso de drogas na sociedade. “As ‘drogas legais’ são uma ameaça crescente, particularmente para jovens, e temos o dever de educá-los sobre esses perigos”, disse ele.

“Há uma percepção de que muitas das assim chamadas ‘drogas legais’ são inofensivas, e, entretanto, em alguns casos os usuários podem estar ingerindo líquidos industriais perigosos ou fumando substâncias químicas que sejam muito mais prejudiciais (à saúde) do que a cannabis”, completou.

Com a nova medida, as pessoas que forem pegas com essas drogas serão punidas com até dois anos de prisão. Já o comércio dos entorpecentes pode resultar em até 14 anos de prisão.

Inglaterra vai proibir o uso das chamadas "drogas legais"

Sem mais artigos