O ministro do Interior italiano, Roberto Maroni, calcula que serão necessários 12 bilhões de euros para reconstruir as cidades da região de Abruzzo prejudicadas por um forte terremoto em 6 de abril.

 

Em declarações feitas na terça-feira (14/03) à noite em um programa de televisão da emissora RAI, Maroni explicou que este é o valor que se precisa “para reconstruir Abruzzo, como já ocorreu com o terremoto de Úmbria e Marcas”.

 

Sobre a possibilidade de que a máfia se aproveite da tragédia para lucrar com a reconstrução da região, como já advertiu o escritor Roberto Saviano em artigo publicado no diário La Repubblica, o ministro assegurou que fará todo o possível para evitar que isso aconteça.

 

“Criaremos, como Ministério do Interior, uma estrutura de controle específica para evitar infiltrações mafiosas na reconstrução de Abruzzo, que não tem nada a ver com o controle da regularidade das reformas ou sobre como serão feitas as obras, algo que corresponde aos técnicos”, disse.

Sem mais artigos