O baixista John Paul Jones, atual <b>Them Crooked Vultures</b> e ex-<b>Led Zeppelin</b> disse em recente entrevista ao jornal <i>The Wall Street Journal</i> que não se considera de forma alguma um fã de rock e ainda deu alguns detalhes sobre um possível segundo disco de sua banda formada ao lado de Dave Grohl e Josh Homme.

Segundo Jones, suas preocupações musicais sempre estiveram mais às voltas com o jazz, o soul e com a música clássica tradicional. Para ele, seu contato com o rock própriamente dito só veio através de <b>Jimi Hendrix</b> e sua Fender Stratocaster falante.

“Eu nunca fui um grande fã de rock na época do Zeppelin. Eu sempre estive muito mais ligado ao jazz e ao soul, como era chamado naquela época, e clássico. Foi apenas quando eu descobri Hendrix que eu cheguei ao rock. Meus gostos realmente não mudaram muito”, comentou o baixista.

“Eu creio que escolhi bandas ao longo dos anos. <b>Radiohead</b>, por exemplo. Josh tocou para mim o álbum <i>Bubblegum</i>, do <b>Mark Lanegan</b>”, comentou sobre as bandas mais novas. “É lindo. Rock nunca foi muito um esporte do qual eu fosse espectador, mas como músico, é outra história”.
 
Sobre o segundo disco do supergrupo ao lado dos líderes do <b>Queens Of The Stone Age</b> e <b>Foo Fighters</b>, o baixista se disse muito feliz em acompanhar os companheiros e disse que a banda já tem algumas sobras já prontas para um eventual lançamento.

“Eu estou muito feliz com esta banda. É música boa com gente boa. Nós começamos a conversar sobre um novo álbum. Nós tínhamos muitas músicas que não incluímos no primeiro. Dissemos que não poderíamos ter um álbum duplo de estréia”, comentou Paul Jones.

“Estamos entusiasmados em continuar. Eventualmente, as bandas deles vão querer eles de volta, mas terão de passar por cima de mim primeiro”, afirmou sem medo.

Sem mais artigos