A companhia aérea holandesa KLM realizou nesta segunda-feira (23) o primeiro voo de passageiros em uma aeronave movida a biocombustível.

“Demonstramos que, tecnicamente, é possível. Agora cabe aos Governos, à indústria e à sociedade trabalhar com afinco para que possamos contar de forma contínua com energias responsáveis”, disse o presidente de KLM, Peter Hartman.

O combustível usado foi de origem orgânica. O voo, no espaço aéreo do país, durou uma hora, e teve entre os passageiros a ministra da Economia da Holanda, Maria van der Hoeven.

Em nota, a KLM explicou que o objetivo de desenvolver fontes de energia de origem biológica “não deve colocar em risco a produção de alimentos ou o uso excessivo de água”.

A linha aérea holandesa faz pesquisas no uso de bioquerosene de aviação desde 2007 e pretende acelerar este processo através da criação do consórcio SkyEnergy, lançado também hoje e concentrado em investigar esta fonte de energia renovável.

KLM faz primeiro voo comercial com biocombustível

Sem mais artigos