O Limp Bizkit está de volta à sua boa e velha formação original e anunciou em entrevista à revista Kerrang o título de seu primeiro álbum com esses integrantes desde 2000, Gold Cobra, que chega às lojas em janeiro do ano que vem.

Achou o título ridículo? Não tema, afinal, o vocalista Fred Durst concorda com você: “Cobras são bastante venenosas. Eu gostaria que houvesse um título maior e mais ridículo para o disco, mas Gold Cobra é o mais ridículo que nós conseguimos até agora”, comentou.

Durst está bastante confiante com o resultado final deste quinto álbum de estúdio da banda, primeiro desde o retorno do guitarrista Wes Borland, que havia deixado o grupo após o lançamento de Chocolate Starfish and the Hot Dog Flavored Water, em 2000.

Para Durst, esse lançamento não ficará devendo nada para os bons discos que o Limp Bizkit lançou até a virada da década, como ele mesmo explicou em uma recente entrevista ao semanário britânico NME.

“Eu estou adorando fazer esse novo disco do Limp Bizkit. Estou gostando mais de fazer esse disco do que qualquer outro que já tenha feito com esses caras anteriormente”, afirmou, sem medo de errar. “Esse álbum não será uma versão diluída em água do Limp Bizkit. Sera uma versão mais explosiva, mais viciante e mais pesada do nosso som”.

Sem mais artigos