Após os cartazes publicitários que apareceram antecipando a novidade na manhã de hoje no metrô de Londres, Michael Jackson, 50, oficializou mesmo o anúncio de uma série de dez espetáculos a serem apresentados na cidade, no palco da arena O2, a partir do dia 9 do próximo mês de julho.

Na arena, localizada em Greenwich, ele disse a centenas de fãs e à imprensa que a temporada representará um “fechamento de cortinas”. “Isso é tudo. Só quero dizer estes serão meus últimos shows em Londres”, declarou, dando a entender que as apresentações podem marcar o fim – ou o início do fim, pelo menos – de sua carreira nos palcos.

A chegada do cantor era prevista para as 16h, horário de Londres, mas ocorreu com uma hora e meia de atraso por conta de engarrafamentos no caminho de seu hotel no centro de Londres à O2. Os fãs o aguardavam ansiosamente, repetindo em côro o nome do Rei do Pop. “Eu amo muito vocês”, disse ele em retribuição ao chegar no local.

Em 2006, ele decepcionou fãs no World Music Awards, também na capital britânica, ao cantar apenas algumas linhas da emblemática We Are The World. Neste ano, para cada show realizado na O2, o cantor deve receber aproximadamente R$ 15 milhões.

Sua última turnê substancial foi realizada há 12 anos, quando o ex-Jackson 5 levou 82 shows a 58 cidades, como parte da sua turnê History. Seu último álbum de material inédito saiu em 2001. No momento, ele tenta conter na justiça um leilão de milhares dos seus bens pessoais. As informações são da BBC.

Sem mais artigos