A missão da Organização dos Estados Americanos (OEA) manifestou nesta quinta-feira (8), ao término de sua visita a Tegucigalpa, seu convencimento de que o diálogo pode levar à superação da crise política no país, gerada pela deposição do presidente eleito de Honduras, Manuel Zelaya, no dia 28 de junho.

“A missão da OEA está convencida de que o diálogo iniciado com participação direta das partes pode levar à superação da crise política enfrentada pelo país”, ressalta a organização, em uma declaração em Tegucigalpa, onde a missão se encontra desde ontem.

A OEA, que acompanhou o início do diálogo, “tem a esperança de que os integrantes da mesa assumam plenamente a responsabilidade que foi encomendada e de que seu trabalho permitirá abrir o caminho que poderia levar Honduras à recuperação da ordem democrática”, segundo o comunicado.

Missão da OEA conclui visita a Honduras

Sem mais artigos