O tenista escocês Andy Murray manteve viva a esperança do público britânico ao bater o espanhol Juan Carlos Ferrero por 3 sets a 0, com parciais de 7-5, 6-3 e 6-2, e se garantir na semifinal de Wimbledon. Murray enfrentará agora o note-americano Andy Roddick, que superou o australiano Lleyton Hewitt por um duro 3 a 2 (parciais de 6-3, 6-7(10-12), 7-6(7-1), 4-6 e 6-4). A partida, uma das mais emocionantes desta edição do Grand Slam, durou quatro horas.


 


Já Murray precisou de apenas 1h41min para despachar o adversário. “É claro que estou contente por estar na semifinal pela primeira vez, e tomara que continue avançando”, comentou o escocês após a partida no All England Club.

A outra semifinal terá o suíço Roger Federer, número dois do mundo e principal favorito pela ausência do espanhol Rafael Nadal, contra o alemão Tommy Haas.


 


Clique aqui e veja como está a chave de simples masculina.

Murray vence Ferrero e enfrenta Roddick na semfinal de Wimbledon

Sem mais artigos