Na última semana da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados na chamada linha branca (fogões, geladeiras, lava-roupas, etc), o preço dos eletrodomésticos pode variar mais de 30%.

Segundo reportagem do G1, um fogão que chegou a custar R$ 1,5 mil (antes da redução do IPI) foi comprado por uma família por R$ 900.

Já um tanquinho foi encontrado por R$ 180 em uma loja da rede Magazine Luiza e por R$ 239 nas lojas Pernambucanas – ambos os estabelecimentos estão na Rua Teodoro Sampaio, em São Paulo.

A situação entre Pernambucanas e Magazine Luiza se inverteu na compra de uma máquina de lavar-roupa da marca Eletrolux. Nas Pernambucanas, ela custava R$ 999. No Magazine Luiza, R$ 1,3 mil – diferença de 30%.

A variação de preços também também existe entre lojas físicas e virtuais. Um mesmo modelo de fogão da Brastemp foi encontrado na loja virtual da rede Extra por R$ 899 e por R$ 1.049,99 (16% mais caro) na loja do Ponto Frio na Teodoro Sampaio.

Mas nem sempre a vantagem é da loja virtual. Um geladeira da Electrolux saiu por R$ 799 nas Casas Bahia da Teodoro Sampaio e por 28% a mais, R$ 1.029, no site Submarino.

A redução vai até dia 31 de outubro, mas fabricantes e varejistas reivindicam a prorrogação do desconto pelo menos até janeiro. A redução do imposto vigora desde abril. o governo reduziu o IPI das máquinas de lavar roupa de 20% para 10%, das geladeiras de 15% para 5%, dos fogões de 5% para zero e dos tanquinhos de 10% para zero.

Sem mais artigos