O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, estuda o envio de tropas da Guarda Nacional à fronteira com o México em razão da violência gerada pelo narcotráfico, indicou nesta quinta-feira a Casa Branca.

Em sua entrevista coletiva diária, o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs, disse que Obama recebeu “pedidos específicos” para autorizar o envio das tropas.

O governador do Texas, Rick Perry, pediu o envio de mais de mil soldados para enfrentar a crescente violência na região fronteiriça.

No entanto, o porta-voz advertiu que a “militarização da fronteira” não resolverá os problemas no longo prazo.

Obama tinha indicado anteriormente à imprensa que estudava o envio de soldados à fronteira com o México.

“Considero inaceitável ter grupos de narcotraficantes que cruzam nossas fronteiras e matam cidadãos americanos”, explicou o presidente.

Neste ano, mais de mil pessoas morreram no México pela violência gerada pelo narcotráfico, e as autoridades dos EUA advertiram que os incidentes começam a se estender a cidades como Phoenix e Atlanta.

Sem mais artigos