O ex-goleiro Oliver Kahn, que fez fama no Bayern de Munique e na seleção alemã, recusou nesta sexta-feira (dia 27) o convite para ser diretor esportivo do Schalke 04, que vive péssima fase em campo. A rejeição de Kahn foi confirmada por Clemens Tönnies, presidente do conselho de vigilância do clube, que tem de aprovar ou rejeitar as contratações propostas do grupo de diretores.


 


Kahn era considerado favorito para suceder Andreas Müller (demitido) e tentar iniciar uma nova fase na política de contratações no clube de Gelsenkirchen – que conta com os brasileiros Bordon, Rafinha e o teuto-brasileiro Kevin Kuranyi.


 


O novo diretor esportivo do clube precisa encontrar um sucessor interino ao treinador Fred Rütten, demitido na noite de quinta-feira (dia 26) e buscar alguém pensando na próxima temporada.

Sem mais artigos