O Palmeiras não perde tempo. Horas após oficializar a demissão do treinador Muricy Ramalho, os dirigentes já tentam o acerto com um novo treinador. O nome na mesa palmeirense é o de Antônio Carlos, técnico do São Caetano, time que goleou o Alviverde e culminou na demissão.

“O Antônio Carlos está sendo comentando, mas ainda não temos um nome”, disse Gilberto Cipullo, vice-presidente do Palmeiras.

Apesar de não confirmar o nome, os diretores palmeirenses garantem que a intenção de diminuir a folha salarial do clube em 30%. Como Muricy Ramalho, demitido nesta quinta-feira (18), recebia R$ 500 mil, o time buscaria investir cerca de R$ 350 mil.

 

“A ideia do Palmeiras é cortar custos. O novo treinador provavelmente virá com salários mais baixos, mas esse não será o único quesito a ser analisado”, completou Cipullo.

Nos bastidores, nomes como o de Jorginho, treinador do Goiás, e Paulo Autuori, atualmente no Al-Rayyan, o que remeteria a um grande investimento.

Sem mais artigos