Uma pistola de brinquedo motivou uma grande operação policial em Wuppertal, na Alemanha, durante um comício eleitoral que contou com a participação da chanceler Angela Merkel.

Um alarme foi disparado após a polícia receber a denúncia de que pessoas estariam manipulando da janela de uma casa o que parecia ser uma pistola. O local ficava perto da praça onde acontecia o ato eleitoral da União Democrata-Cristã (CDU).

Um comando especial da Polícia invadiu a casa suspeita, onde foram detidos dois homens e três mulheres. Eles que foram liberados horas depois.

Após minuciosas buscas, a Polícia só encontrou uma pistola de brinquedo, objeto que provavelmente motivou a denúncia.

A operação policial aconteceu quando o comício já tinha terminado e quando Angela Merkel e o chefe do Governo da Renânia do Norte-Vestfália, Jürgen Rüttgers, já tinham abandonado o local.

Sem mais artigos