O tenista espanhol Rafael Nadal não deu chances ao sueco Robin Soderling e  se consagrou pentacampeão do Grand Slam francês de Roland Garros, o segundo da temporada.

Em 2h18min de amplo domínio, ele venceu a final por 3 sets a 0 (parciais de 6-4, 6-2 e 6-4) e retomou após um ano a liderança do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), à frente do suíço Roger Federer.

Nadal já havia vencido no saibro da França entre 2005 e 2008. No ano passado, ele foi derrotado nas oitavas de final por Soderling, que também acabou ficando em segundo após perder de Federer.

O espanhol está a apenas um título de igualar os seis do sueco Bjorn Borg, maior vencedor da era aberta de Roland Garros.

No dia do 54º aniversário de Borg, Nadal, que completou 24 anos na última quinta-feira, ganhou o sétimo título de Grand Slam de sua carreira, o 40º no total.

Os feitos do tenista da Espanha não param por aí. Ele foi o primeiro a conquistar na mesma temporada os quatro torneios mais importantes do tênis no saibro: Roland Garros e os Masters 1000 de Monte Carlo, Roma e Madri.

A conquista de Nadal foi assistida de perto pela rainha espanhola Sofía, que parabenizou o atleta de 24 anos pelo bom desempenho. 

“Foi um grande triunfo, uma partida sem erros por parte de Nadal”, disse à o secretário de Estado para o Esporte da Espanha, Jaime Lissavetzky.

“Quero agradecer a presença de vossa Majestade, a rainha, e ao restante das autoridades. Estar aqui é muito mais do que um sonho, após um ano difícil”, afirmou Nadal em seu discurso após receber o troféu.

O espanhol não perdeu um set sequer em toda a sua campanha em Roland Garros neste ano. Além disso, deixou pelo caminho, entre outros adversários, o brasileiro Thomaz Bellucci, em jogo válido pelas oitavas de final.

Rafael Nadal derrota Soderling e ganha pentacampeonato de Roland Garros

Sem mais artigos