Os garotos do Jonas Brothers chegam ao Brasil no dia 23 (sábado), quando se apresentam no Rio de Janeiro. No dia seguinte (24), domingo, eles cantam em São Paulo. Os fãs, entretanto, começaram a maratona Jonas Brothers muito antes. E o que não faltou foi muita preocupação, ansiedade e até desespero para garantir que a passagem dos irmãos Joe, Kevin e Nick pelo Brasil seja inesquecível.
Em sua maioria composto por garotas adolescentes, o público-alvo das músicas do Jonas Brothers, que já lançaram três álbuns, tem em comum a identificação não só com as canções do grupo, mas também com o bom comportamento irmãos. Para a fã Marília de Freitas, de 15 anos, a sinceridade com que os integrantes do grupo falam sobre si mesmos cria uma relação forte com os fãs. “Suas músicas foram uma verdadeira terapia para mim quando eu estava em um momento meio deprê da vida”. Segundo ela, “tem uma canção deles para cada momento da minha vida”.

A admiração das fãs, pelo jeito, vai se ficar bem evidente na hora do show. As loucuras preparadas pelas garotas mais animadas não são poucas. Ana Carolina Toccolini Vieira, de 16 anos, está preparando uma bandeira do Brasil para mostrar aos Brothers. “Ela já tem quase 4m². Estou pintando a mão e sozinha. Minha intenção é levá-la no dia do show para os fãs assinarem e dá-la de presente aos Jonas”. Ela não quer parar por aí: “Eu e minhas duas melhores amigas vamos fazer um fanbook com fotos, cartas e presentes nossos para os Jonas e entregá-lo a eles também”.

Mais loucuras

Mesmo sabendo o quão difícil será entrar no camarim do Jonas Brothers, as fãs parecem não se preocupar muito com isso. A fã Reniere Pimentel Rosa, de 15 anos, é uma das que farão a tradicional carta quilométrica de frases para os rapazes. “Eu e minhas amigas estamos fazendo uma carta toda em inglês, que já ultrapassa os 60 metros. Nossa meta é chegar a cem”, explica.

Fã que é fã vai atrás do ídolo, e Mariana Silva, de 16 anos, foi até o Canadá para ver os irmãos Jonas de perto. “Lá, houve uma entrevista em um programa chamado Live @ Much. Chegamos cedo, conseguimos ficar bem pertinho e eu estava tão alucinada para conseguir falar com eles que empurrei uma menina pra conseguir o autógrafo do Kevin. E deu certo!”.

 

Marília também já deu o sangue pelos Jonas Brothers – ou, ao menos, o namorado. “Já terminei um namoro porque dava mais atenção para banda do que para ele. Mas os Jonas Brothers valem qualquer sacrifício, qualquer coisa mesmo”, afirmou ela, sem arrependimentos. Mariana Vilela Fernandez, de 14 anos, é outra que vai deixar tudo de lado assim que os irmãos chegarem em São Paulo. “Vou até o aeroporto com uma faixa enorme, em que vai estar escrito: ‘Todas minhas esperanças e os meus sonhos se realizaram. Muito obrigada, Jonas Brothers, pelos melhores momentos da minha vida!’”, assegurou.

Expectativa pura

A expectativa dos fãs para os shows, aliás, é bem alta. A fã Gabriela Carlos afirma que “o show vai ser um dos maiores espetáculos da Terra. Espero que eles cantem pelo menos umas 15 músicas. Joe, Nick e Kevin precisam ficar com a gente por duas horas, pelo menos”. Outra fanática pelo grupo, Reniere Rosa não economiza na imaginação na hora de descrever o show ideal. “Espero que tenha telões enooormes, faíscas, papéis picados e fumaça saindo do palco, acrobacias perfeitas e que eles cheguem bem pertinho de nós… O palco poderia ser móvel como no show dos Rolling Stones… mas aí seria pedir demais, não é?”, sonha.

Parece incrível, mas mas não são apenas garotas que gostam do Jonas Brothers. Weverson Thomas Neres, de 22 anos, tem uma banda cover dos irmãos. “Não dá para confundir o Jonas Brothers com nenhuma outra banda. Eles não são cópia de ninguém que está por aí”, afirma ele, que também vai tentar invadir o camarim para ver de perto os ídolos.

E você, qual seu nível de tietagem em relação aos irmãos Jonas? Já fez loucuras pela banda? Conte para a gente!

Sem mais artigos