O Supremo Tribunal Federal (STF) deve concluir nesta quarta-feira (18) o julgamento do pedido de extradição do ex-ativista Cesare Battisti. Com quatro votos a favor da extradição e quatro votos contrários, o placar está empatado.

Nesse cenário, a decisão está no voto do presidente do Supremo, ministro Gilmar Mendes. A tendência é que ele se manifeste a favor da extradição.

O italiano Cesare Battisti foi condenado à prisão perpétua na Itália pelo assassinato de quatro pessoas entre os anos de 1977 e 1979. Ele está preso preventivamente no Brasil desde 2007.

Após a decisão do STF, a sentença ainda será encaminhada para apreciação do presidente da República. No entanto, Luiz Inácio Lula da Silva já antecipou que vai acatar a decisão da corte.

Sem mais artigos