Primeira mulher a assumir a reitoria da Universidade de São Paulo (USP), Suely Vilela assinou na semana passada o termo de filiação ao Partido Socialista Brasileiro (PSB). As informações são do blog Leituras, de Luis Favre.

Suely, que já teria admitido a possibilidade de deixar o cargo até novembro, deve contribuir com plataformas educacionais para o partido. No entanto, a decisão sobre uma possível candidatura ainda não foi definida.

Na cadeira de reitoria desde novembro de 2005, Suely Vilela enfrentou crises que desgastaram sua relação com o atual governador, José Serra (PSDB).

Suely afirmou que se filiou ao PSB por acreditar nos ideais de “justiça, igualdade e participação” da legenda e que “a universidade é apartidária”.

O PSB é o partido de Ciro Gomes, possível candidato ao governo de São Paulo. Nesta semana, ele anunciou a transferência de seu título de eleitor do Ceará para São Paulo.

Suely Vilela, reitora da USP, anuncia filiação ao PSB

Sem mais artigos