O nadador sul-africano Cameron Van der Burgh bateu hoje o recorde mundial nos 50 metros peito nas eliminatórias da prova no Mundial de Esportes Aquáticos, em Roma, superando a marca do brasileiro Felipe França.

Van der Burgh fez uma marca de 26s74, bem abaixo dos 26s89 de Felipe no Troféu Maria Lenk deste ano, no Rio de Janeiro. Foi o melhor tempo das eliminatórias.

O brasileiro era o primeiro representante do país a conseguir a melhor marca do mundo desde 1982, quando Ricardo Prado obteve o feito nos 400m medley. A marca anterior nos 50m peito pertencia justamente ao sul-africano. Felipe França avançou à decisão com o terceiro melhor desempenho, ao fazer 26s92. O segundo foi do alemão Hendrik Feldwehr, com 26s83.

Sem mais artigos