A realização da Copa do Mundo de 2014 no Brasil já começa a apresentar alguns pontos preocupantes. Nesta segunda-feira (8), a ONG Transparência Brasil divulgou uma análise dos deputados presentes na subcomissão do Mundial.

A lista dos problemas envolvendo os 18 deputados é grande. Entre os principais aparecem ação penal na Justiça, multa do Tribunal de Contas, dívidas junto ao poder público e inquéritos, além de mau uso de recursos públicos.

“Os parlamentares da subcomissão inevitavelmente sofrerão pressões de seus respectivos Estados. Como dependem dos votos daqueles Estados, isso pode arrefecer o ânimo fiscalizador”, afirma o texto da ONG.

Os deputados responsáveis pela subcomissão são: Ademir Camilo (PDT-MG), Carlos Willian (PTC-MG), Edinho Bez (PMDB-SC), José Carlos Machado (DEM-SE), Léo Alcântara (PR-CE), Paulo Rattes (PMDB-RJ), Rodrigo Maia (DEM-RJ), Rômulo Gouveia (PSDB-PB), Simão Sessim (PP-RJ) são os titulares. Já os suplentes são: Bruno Araújo (PSDB-PE), Devanir Ribeiro (PT-SP), Felipe Bornier (PHS-RJ), João Magalhães (PMDB-MG), José Carlos Vieira (DEM-SC), Léo Vivas (PRB-RJ), Márcio Reinaldo Moreira (PP-MG), Sílvio Torres (PSDB-SP) e Wellington Roberto (PR-PB).

Sem mais artigos