Pesquisadores dos Cursos de Pós-Graduação em Engenharia da UFRJ desenvolveram um trem de levitação magnética que poderá facilitar o deslocamento entre os aeroportos Tom Jobim, na Ilha do Governador, e Santos Dumont, no Centro. O trem teria capacidade de transportar até 40 passageiros com uma velocidade de 70 km/h.

Os protótipos do novo transporte estão sendo testados em uma linha magnetizada de cem metros de extensão na Ilha do Fundão. De acordo com os pesquisadores, a tecnologia do trem utiliza nitrogênio super-resfriado em cápsulas, no lugar de rodas. A proximidade do nitrogênio resfriado com os trilhos magnetizados por ímãs provoca o efeito de levitação.

Se sair do papel, a construção do sistema será até três vezes mais econômica do que a de metrô convencional. As pesquisas para o novo veículo já receberam cerca de R$ 500 mil de incentivo dos governos federal e estadual. Para as etapas de testes, o governo do estado vai investir mais R$ 4,7 milhões.

A expectativa dos pesquisadores e da Secretaria estadual de Transportes é que o trem tenha uma conexão com o metrô da Cinelândia, no Centro e circule também pela Rodoviária Novo Rio, Praça Mauá e Praça XV.

Sem mais artigos