Onde estavam Félix; Carlos Alberto, Britto, Piazza e Everaldo; Gérson e Clodoaldo; Pelé, Rivellino, Tostão e Jairzinho há exatos 39 anos? Esse esquadrão sob o comando de Zagallo estava colocando o Brasil de volta ao topo com a conquista do tricampeonato da Copa do Mundo diante da Itália, pelo sonoro placar de 4 a 1, no estádio Azteca, no México.

Tanto tempo depois do título, muitos desses jogadores não conseguiram deixar o futebol literalmente. O goleiro Félix faz trabalhos com crianças carentes em São Paulo onde ensina a modalidade para elas.

O futebol também foi o destino de Carlos Alberto Torres, o capitão da seleção em 1970. O ex-jogador tentou carreira de técnico durante um bom tempo e chegou a comandar inclusive a seleção do Azerbaijão, mas não obteve muito sucesso e no momento está desempregado.

O caminho trilhado por Pelé, sem dúvida nenhuma o maior jogador daquele time, não foi muito diferente. Com status de rei, o ex-atleta não conseguiu se desligar do futebol e constantemente é chamado para comentar sobre determinado assunto, fora sua paixão incondicional pelo Santos, clube que constantemente acompanha na Vila Belmiro. O nome do santista também sempre é ligado a ações de marketing como cruzeiros, fotos com o ídolo e entre outras campanhas.

O meia Gérson, conhecido como Canhotinha de Ouro, também trilhou o caminho do futebol. Fora dos gramados, o ex-jogador se tornou comentarista da modalidade em canais como CNT e Band Rio, além da Rádio Globo. Além disso, o ex-atleta também se dedicou a coordenação de uma escola de futebol, que mantém até os dias de hoje.

Como comentarista, Rivellino e Tostão também se arriscaram. Ambos tiveram seu momento falando sobre futebol nas mídias, mas no momento não trabalham mais como comentaristas e estão praticamente aposentados vivendo de sua fama.

O atacante Jairzinho tentou mudar totalmente de área. Deixou o futebol e no ano passado tentou se candidatar a vereador do Rio de Janeiro pelo PC do B, no entanto, a candidatura do ex-jogador, ídolo do Botafogo, foi indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Outro presente naquele time de 70 e ganhou grande repercussão no futebol foi o goleiro Leão. Reserva daquela seleção, o arqueiro conquistou grandes títulos comandando clubes do futebol nacional e atualmente, o treinador está no Sport.

Além desses jogadores, muitos outros foram campeões em 1970. Os 22 convocados para aquele mundial foram: Félix, Brito, Piazza, Carlos Alberto, Clodoaldo, Marco Antônio, Jairzinho, Gérson, Tostão, Pelé, Rivellino, Ado, Roberto, Baldocchi, Fontana, Everaldo, Joel, Paulo Cézar, Edu, Dario, Zé Maria, Leão e o treinador Zagallo.

Sem mais artigos