Marshall Maters, o rapper de Detroit que ganhou fama mundial atendendo pela alcunha de <b>Eminem</b>, voltou à ativa em 2009 com seu muito esperado novo disco <i>Relapse</i>, provando que o “controle de agressividade” ainda está longe de tornar-se uma realidade em sua vida.

Com produção do mais do que veterano <b>Dr. Dre</b> (auxiliado por engenheiros de peso como Trevor Laurence Jr., Mark Batson  e Dawaun Park), o sétimo disco do <b>Slim Shady</b> caiu na rede com 20 tijoladas que vão agradar em cheio os fãs do desbocado rimador.

Apesar de não trazer nada de novo ao estilo, as batidas sólidas e a rima-metralhadora do rapper são contagiantes e diretas, sem espaço para muitos rodeios e frescuras. <b>Eminem</b> descabela tudo e todos ao lado de <b>50 Cent</b> (em <i>Crack A Bottle</i>) e de <b>Dre</b> (<i>Old Time Sake</i>).

Destaque para as sonoras  <i>Same Old Song And Dance</i> e <i>Insane</i>, além das certeiras <i>Medicine Ball</i> e <i>Must Be The Ganja</i>. <i>Bagpipes From Baghdad </i> (de longe a melhor do disco) rende muitas risadas com o ataque gratuito a Nick Cannon, marido de <b>Mariah Carey</b>.

<b>Relapse</b> pinta bem o panorama da nova fase da carreira de <b>Eminem</b>, atualmente longe das drogas e perto de seu amigo e conselheiro <b>Elton John</b>. Só não pense que isso amoleceu sua língua afiada, porque suas letras continuam as mais ácidas do mainstream do hip hop.

Sem mais artigos